5 regras essenciais para decorar quartos pequenos

5 regras essenciais para decorar quartos pequenos
Conhecido por ser um espaço dedicado ao descanso, o dormitório costuma receber uma atenção especial do morador da casa, quando o assunto é decoração. Afinal, um quarto bem organizado e charmoso cria um ambiente propício para o relaxamento e o sono. E o contrário pode acabar resultando em estresse e noites mal dormidas.
Decorar um quarto é ainda mais desafiador, quando o cômodo é pequeno. E esse tipo de espaço, com dimensões reduzidas, está cada vez mais presente nos imóveis, acompanhando o movimento de verticalização das moradias (os chamados condomínios de prédios).
Por isso, listamos neste post 5 regras essenciais para decorar quartos pequenos e ter o resultado, literalmente, “dos sonhos”. Confira!

Regra 1: Tenha móveis funcionais
A escolha e a disposição dos móveis nos quartos são etapas fundamentais do processo de decoração. Além de acomodar os pertences no devido lugar, eles devem facilitar a circulação das pessoas e, de quebra, ajudar a compor um ambiente charmoso.
Para reunir esses três elementos (organização, funcionalidade e decoração) na hora de escolher os móveis, a dica é ter uma boa noção do espaço disponível (área útil do quarto) e das suas necessidades, enquanto morador. Exemplo: o guarda-roupas da linha Honduras, da Móveis Rimo, possui portas de correr com espelho e é mais vantajoso, do ponto de vista da economia de espaço.

Regra 2: Evite acúmulos
Na ânsia de ter um quarto bonito e funcional, muitas pessoas acabam pecando pelo excesso de móveis ou de itens de decoração. Mas lembre-se que, neste caso, menos é mais. Ou seja, nem sempre será possível transformar o quarto em um cômodo com mil e uma utilidades (sala de TV, home office, closet etc). No entanto, alguns truques podem ajudá-lo a tornar o espaço mais personalizado (confira no próximo tópico).

Regra 3:Aproveite o espaço das paredes
Conforme mencionamos, acúmulos em quartos pequenos são resultados indesejados. Mas é possível aproveitar o espaço disponível nas paredes para facilitar a organização e a decoração. Nichos, prateleiras e móveis suspensos (como as mesas de cabeceiras) são ótimas apostas.

Regra 4: Cuidados com as cores
As cores possuem grande influência na decoração, e quanto mais escura for a cartela de tons, mais “ocupado” o espaço será. Por isso, é melhor optar por tons neutros e claros nos quartos pequenos, pois irão transmitir uma sensação de amplitude. A regra válida para todas as etapas de decoração, inclusive na escolha dos móveis, mas é possível acrescentar cor vibrante nos detalhes e objetos pequenos.

Regra 5: Organização é tudo!
Embora seja uma regra válida para qualquer ambiente da casa, prezar pela organização é uma atitude fundamental para quem tem um quarto pequeno, já que, neste espaço, a bagunça pode ficar mais evidente, com o campo de visão reduzido. A organização é uma boa aliada da rotina e também da própria decoração, até porque esses dois fatores caminham lado a lado.

Esperamos que essas regras sejam úteis e ajudem a compor o quarto dos sonhos.

Texto por Caroline Pereira
Imagem/Rimo